Morre mais uma na Indonésia com sintomas de gripe aviária

Uma mulher indonésia morreu na quinta-feira com sintomas de gripe aviária, no mesmo povoado da Indonésia onde foi registrado o foco mais recente da doença, que já matou 140 pessoas no mundo todo."Estamos esperando o resultado das análises, por enquanto é uma suspeito", o diretor de doenças infecciosas do Ministério da Saúde, I Nyoman Kandun.Uma equipe de especialistas em saúde animal está desde ontem em Cikelet, 150 quilômetros a sudeste de Jacarta, para investigar os focos de contágio e detectar novas infecções.Euis Lina, a vítima, era natural da aldeia de Cikelet. Na terça-feira passada, na mesma localidade, morreu Ai Siti Amanah, de 9 anos, contaminada pelo H5N1, segundo a análise feita na Indonésia e cujo resultado deverá ser confirmado por um laboratório de Atlanta (Estados Unidos).A Organização Mundial da Saúde (OMS), após estudar o caso de dois jovens de Cikelet que ficaram doentes em agosto por trabalhar sem proteção com dezenas de frangos mortos, descartou a possibilidade de uma transmissão de pessoa a pessoa.A lista de mortos pela gripe aviária desde 2003 inclui nove países: Azerbaijão (5), Camboja (6), China (14), Egito (6), Indonésia (45), Iraque (2), Tailândia (16), Turquia (4) e Vietnã (42).A Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) anunciou ontem que os últimos focos no Sudeste Asiático foram provocados por novas cepas isoladas do vírus, que aparecem com outras já conhecidas.

Agencia Estado,

18 de agosto de 2006 | 07h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.