Morre na China único panda branco e marrom do mundo

Qin Qin, o único panda branco e marrom domundo, morreu, sem deixar filhotes, num zoológico da província chinesa de Shaanxi, no norte do país, informou nesta sexta-feira o jornal China Daily. A morte repentina do animal, na madrugada de quarta-feira, surpreendeu os tratadores do zôo. Na véspera, Qin Qin não mostrou nenhum sintoma de doença, brincou como era seu costume e comeu frutas e pasta de arroz. Os veterinários acreditam que Qin Qin, um macho de 17 anos, pode ter morrido de um edema pulmonar. Uma autópsia vai determinar a causa exata de sua morte. Qin Qin pesava 100 quilos e media 1,72 metro. Ele era filho de Wan Wan, um panda macho branco e preto, e Dan Dan, uma fêmea brancae marrom. Apesar de sua idade, Qin Qin nunca tinha cruzado. Os cientistas do Parque de Qinling, em Xian, começaram em fevereiro a busca de umapossível "namorada" para o raro animal. Como a busca não deu resultados, os especialistas tinham decidido inseminar artificialmente alguma fêmea de outra reserva com o esperma do panda. O projeto estava agendado para a próximaprimavera, período de maior atividade sexual dos pandas. Segundo a Administração Florestal Estatal e o grupo ambientalista WWF, cerca de1.600 pandas gigantes, uma das espécies em maior perigo de extinção do planeta, vivem nas montanhas da província de Sichuan e nos montes Qinling, na China.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.