Morre no Rio, aos 78 anos, o arquiteto que projetou o Projac

Márcio Tomassini de Oliveira era vice-presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) no Estado

Agência Estado

15 de fevereiro de 2014 | 22h09

Morreu na madrugada deste sábado, 15, o arquiteto Márcio Tomassini de Oliveira, aos 78 anos. Autor de projetos para o Projac, centro de produção da Rede Globo na zona oeste do Rio, Tomassini ocupava a vice-presidência do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) do Rio. O arquiteto morreu em sua casa, enquanto dormia.

Tomassini formou-se na antiga Faculdade Nacional de Arquitetura da UFRJ. Desenvolveu uma série de habitações populares na cidade, coordenou a revisão da legislação urbanística do Rio, na gestão do prefeito Saturnino Braga, nos anos 1980, e foi consultor especial para aspectos construtivos do Programa favela-bairro.

Deixa mulher, a geógrafa francesa Nicole Lacroix, três filhas e netos. De acordo com o IAB, o enterro será realizado neste domingo, 16, às 14h30, no Cemitério São João Batista, em Botafogo. O corpo do arquiteto será velado na capela 4, pela manhã.

Tudo o que sabemos sobre:
Márcio TomassiniarquitetomorteProjac

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.