Morre no Rio David Azulay, dono de grife de biquínis

Criador do clássico biquíni de lacinho, tinha 56 anos e foi um dos principais divulgadores da moda praia carioca

FABIANA CIMIERI E CLARISSA THOMÉ, Agencia Estado

10 Fevereiro 2009 | 13h09

O dono da grife carioca de biquínis Blue Man, David Azulay, morreu hoje de manhã em sua casa, em Visconde de Mauá, no Rio. A causa da morte ainda não foi informada. Ele tinha 56 anos e foi um dos principais divulgadores da moda de praia carioca. O hoje clássico biquíni de lacinho foi um lançamento de sua grife. David renegava o rótulo de estilista: "Eu sei fazer duas coisas na vida, mandar e pedir. Não sou estilista, nem gostaria de ser. Estou muito mais preocupado em manter a ideologia da minha empresa: ser brasileira e ipanemense".  Veja também:  Blog da Lilian Pacce traz vídeo com entrevista de Azulay    Blog da revista: leia comentário de Deborah BresserEle era paraense e chegou ao Rio aos 12 anos, acompanhando o irmão mais velho, Simão Azulay, que abriu a Yes Brazil, grife famosa nos anos 80. Segundo a assessoria de imprensa da Blue Man, o empresário estava sozinho na casa, onde costumava passar os finais de semana. David deixa uma filha de 17 anos, que não mora no Brasil. O corpo foi levado para o Rio, onde deve ser enterrado. Ainda não há informação sobre horário e local do velório.

Mais conteúdo sobre:
mortegrifeDavid Azulay

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.