Morre no Rio o ex-bailarino e coreógrafo Richard Cragun

O corpo do ex-bailarino e coreógrafo Richard Cragun, de 67 anos, será cremado terça-feira, no Crematório do Caju, no Rio. Um dos nomes de maior destaque da dança do século 20 no mundo, Cragun, norte-americano radicado no Brasil, morreu em decorrência de problemas neurológicos na manhã desta segunda-feira. Ele já havia sofrido um acidente vascular cerebral há sete anos; semana passada, voltou a ser internado. Nesta segunda-feira, teve uma convulsão e morreu.

ROBERTA PENNAFORT, Agência Estado

06 de agosto de 2012 | 15h58

Cragun foi considerado um dos melhores bailarinos do mundo na juventude. Havia sido casado com a brasileira Marcia Haydée, de quem ainda era bastante próximo. Dirigiu a Companhia de Balé do Teatro Municipal do Rio e na cidade montou um projeto social de inclusão social por meio da dança, o DeAnima Balé Contemporâneo, que funcionou até quatro anos atrás. Até a semana passada, Cragun estava trabalhando na remontagem do balé "Onegin", no Municipal.

Mais conteúdo sobre:
morteRichard Cragun

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.