Morre o jornalista Fernando Barbosa Lima

Morreu ontem à noite no Rio de Janeiro, vítima de infecção generalizada, o jornalista Fernando Barbosa Lima, de 74 anos. Ele estava internado no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo. Fernando Barbosa Lima era filho de Barbosa Lima Sobrinho, jornalista e político que viveu e participou dos principais fatos da história brasileira no século 20.Em seus 54 anos de carreira, criou mais de cem programas de televisão. Fernando dirigiu as TVs Excelsior, Manchete e Bandeirantes. Presidiu, por duas vezes, a TVE do Rio. Ganhou dezenas de prêmios com criações como o Jornal da Vanguarda (Excelsior), que contava com nomes como Millôr Fernandes, Borjalo e José Lewgoy. Assinou formatos importantes como Cara a Cara (Bandeirantes), Sem Censura e Abertura (Tupi), programa revolucionário da década de 70, que trazia posturas visionárias de artistas como Glauber Rocha e Ziraldo. Ele era presidente do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira de Imprensa (ABI). O velório está marcado para hoje a partir das 10h, no Cemitério São João Batista. O corpo será cremado à tarde no cemitério no Caju.

AE, Agencia Estado

06 de setembro de 2008 | 08h11

Tudo o que sabemos sobre:
Fernando Barbosa Limamorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.