Morre violonista César Faria, pai de Paulinho da Viola

O violonista César Faria, líder do grupo Época de Ouro e pai do sambista Paulinho da Viola, morreu ontem aos 88 anos. Liderado por Faria desde o início da década de 70, o Época de Ouro é um dos mais importantes grupos instrumentistas da história da música brasileira.César Faria iniciou os estudos de violão aos 17 anos e sempre dizia ter grande orgulho de ser pai de Paulinho da Viola, com quem dividiu o palco algumas vezes.O Época de Ouro foi criado em 1964 por Jacob do Bandolim, que morreu em 1969. O grupo, então, deixou de se apresentar e não gravou novos discos - o premiado Vibrações havia sido lançado em 1967. Mas, retomou as atividades em 1973, já sob a chancela de Faria.Em 1977, produzido por Jorginho do Pandeiro, o conjunto gravou um novo disco, "Época de Ouro interpreta Pixinguinha e Benedito Lacerda", pelo qual levou o prêmio de Melhor Conjunto Instrumental do Ano da revista Playboy. Em 1987, foi a vez da gravação do LP "Época de Ouro Dino 50 anos", com participações de Paulinho da Viola e do Maestro Severino Araújo.Ao retornar da Alemanha em 1996, o conjunto foi convidado por Marisa Monte, Elba Ramalho, Ivan Lins e Paulinho da Viola para participar das gravações dos seus CDs. O último disco foi lançado em 2002, mas o grupo participou de CDs de vários intérpretes desde então, como da cantora Teresa Cristina. Faria foi enterrado hoje, às 17 horas, no Cemitério São João Batista, na zona Sul do Rio.

AE, Agencia Estado

21 de outubro de 2007 | 18h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.