Morrem 2 em confrontos entre manifestantes e polícia do Egito

Duas pessoas foram mortas em confrontos violentos entre manifestantes pró-islamistas e a polícia egípcia, na noite de quarta-feira, na cidade de Alexandria, disse o Ministério do Interior.

Reuters

02 de janeiro de 2014 | 07h54

O Egito tem registrado uma onda de protestos violentos desde que o Exército depôs o presidente eleito islamista Mohamed Mursi em julho, depois de manifestações intensas contra seu mandato. Centenas de pessoas foram mortas e milhares, presas, desde então.

O Ministério do Interior disse que os confrontos ocorreram durante marchas organizadas por cerca de 200 membros do grupo islamista Irmandade Muçulmana em Alexandria.

Mursi e a maioria dos principais líderes da Irmandade estão sob julgamento por uma série de acusações que vão desde incitação à violência a cooperação com organizações estrangeiras para executar atos terroristas no Egito.

(Reportagem de Yasmine Saleh e Ahmed Tolba)

Mais conteúdo sobre:
EGITOCONFRONTODOIMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.