Morrem 3 crianças por suposto envenenamento em PE

Três irmãs - duas gêmeas de 6 anos e uma outra de 9 anos - morreram ontem, possivelmente por envenenamento, em um sítio na zona rural do município de Ipojuca (PE). De acordo com o depoimento do pai, Augustinho José Cordeiro, as crianças estavam sozinhas em casa quando, supostamente, ingeriram algo contaminado. A polícia recolheu amostras da água que se encontrava em um pote - com odor muito forte - e restos de mandioca crua que estava no chão. No casebre também foram encontrados, no chão, saquinhos com veneno para rato.Uma irmã mais velha teria encontrado as crianças passando mal e chamou o pai. Elas já chegaram sem vida ao Hospital Santo Cristo, em Ipojuca. O laudo das análises, pelo Instituto de Criminalística, deve ficar pronto em cerca de 30 dias. O delegado do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, João Gaspar, que investiga as mortes, ouviu o pai e vizinhos hoje. Augustinho disse que sempre avisava aos filhos para não mexerem no veneno para rato que guardava na casa. Ele criava cinco filhas e um filho desde que se separou da mulher, há três anos. Os irmãos das vítimas estão sob a guarda do Conselho Tutelar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.