Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Mortes por terremoto na Nova Zelândia já são 98

O número de mortos pelo terremoto desta semana na Nova Zelândia chegou a 98, mas equipes de resgate temem que o total supere 200, pois ainda há dezenas de pessoas soterradas nos escombros de um edifício na cidade de Christchurch.

ADRIAN BATHGATE, REUTERS

24 de fevereiro de 2011 | 09h17

Equipes de países acostumados a terremotos, como Japão e Estados Unidos, enviaram cães farejadores e colocaram microfones em meio aos entulhos para buscar sinais de vida, dois dias depois do tremor de magnitude 6,3 na segunda maior cidade neozelandesa.

"É um dia pavoroso, pavoroso, é um dia difícil para a busca e resgate das pessoas, porque todos estão cheios de esperança de que poderemos encontrar pessoas nos escombros", disse o prefeito Bob Parker, enquanto as equipes continuavam sem achar sobreviventes.

Na verdade, as ruínas fumegantes do que foi a sede da emissora Canterbury Television (CTV), e onde também funcionava uma escola de inglês para estrangeiros, parecem ter se tornado um necrotério. De lá já foram retirados 47 corpos, e muitos outros ainda estão nos escombros.

"A cada poucas horas paramos e fazemos uma busca técnica por via das dúvidas, mas sendo realista, com base no que vimos até agora, não vamos ver ninguém vivo sair desse espaço", disse o chefe dos bombeiros Jim Stuart Black.

Tudo o que sabemos sobre:
NOVAZELANDIATERREMOTOMORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.