Moscou e Kiev fazem troca de soldados capturados

Ucrânia e Rússia trocaram soldados capturados, que tinham entrado no território um do outro, perto do campo de batalha no leste da Ucrânia, onde Kiev diz que as tropas de Moscou vieram para ajudar os insurgentes pró-Rússia, avançando para um ataque a um grande porto.

REUTERS

31 Agosto 2014 | 11h55

As tropas ucranianas e moradores locais estavam reforçando a segurança do porto de Mariupol no domingo, a próxima grande cidade no caminho dos combatentes pró-Rússia, que fizeram com que as tropas do governo recuassem ao longo do Mar de Azov, na semana passada, numa ofensiva em uma nova frente de batalha.

O novo avanço dos rebeldes causou crescente preocupação aos aliados ocidentais da Ucrânia, que dizem que o seu sucesso é resultado do reforço de colunas de veículos blindados de tropas russas.

Líderes da UE concordaram, no sábado, em elaborar novas sanções econômicas contra Moscou, uma atitude saudada pelos EUA, que está planejando impor sanções mais severas e quer atuar em conjunto com a Europa.

Alguns moradores de Mariupol foram às ruas para mostrar seu apoio ao governo ucraniano enquanto as tropas pró-Rússia ganham terreno. Muitos outros fugiram da perspectiva de um ataque total à cidade de cerca de 500 mil habitantes.

(Mark Trevelyan e Aleksander Vasovic)

Mais conteúdo sobre:
MUNDO UCRANIA RUSSIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.