Mosquitos de sexos opostos zumbem em dueto, mostra estudo

Pesquisadores determinaram que os mosquitos reagem ao zumbido uns dos outros, e mosquitos de sexos opostos realizam complexos duetos pré-acasalamento. A descoberta será descrita na edição de 12 de julho do periódico Current Biology, em artigo dos cientistas Gabriella Gibson e Ian Russell.Sabe-se há décadas que os mosquitos machos têm um "ouvido" altamente especializado, capaz de detectar e localizar fêmeas. O potencial das fêmeas, no entanto, vinha sendo pouco estudado, mas agora os pesquisadores descobriram que pares de mosquitos da espécie Toxorhynchites brevipalpis reagem ao som um do outro durante o vôo, num ciclo de feedback, de forma que cada um altera o som de seu vôo em resposta ao vôo do outro. A interação continua até que as "canções" convergem, no caso de o par ser formado por sexos postos, ou divergem dramaticamente, com caso de Après do mesmo sexo.Essa comunicação via zumbido funciona atraindo mosquitos de sexo oposto um para o outro durante encontros pré-acasalamento, e pode trazer a chave para entender como mosquitos distinguem os membros de espécies muito próximas, mas ainda assim diferentes.

Agencia Estado,

10 de julho de 2006 | 15h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.