Motorista mata aves para evitar flagrante no Paraná

A Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Ambiental do Paraná prenderam na noite de ontem Valdevino Honório de Jesus, logo após sofrer um acidente na BR-116, em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba. Ele transportava cerca de 40 pássaros silvestres em um Celta com placas de Minas Gerais, que bateu em um barranco na rodovia. Gaiolas caíram no Rio Bonito e, segundo testemunhas, com medo de ser flagrado, o motorista passou a estrangular as aves.

EVANDRO FADEL, Agência Estado

15 Março 2012 | 19h12

A maioria dos pássaros morreu e apenas sete foram recuperados: uma ararajuba, três araras brasileiras, um corrupião, um trinca-ferro e um azulão. Eles foram levados para o Centro de Triagem de Animais Selvagens, em Tijucas do Sul, onde irão se recuperar antes de serem devolvidos à natureza. Jesus foi internado em um hospital em razão dos ferimentos e será indiciado por transporte ilegal e maus tratos contra animais. Também deve ser condenado a pagar multa que pode chegar a até R$ 5 mil por ave.

Mais conteúdo sobre:
avesmaus tratosambiente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.