Motorista que atropelou ciclista é transferido para CDP

O estudante de psicologia Alex Siwek, de 22 anos, foi transferido na manhã desta segunda-feira para o Centro de Detenção Provisória (CDP) Belém 2, na capital paulista, informou a Secretaria de Segurança Pública do Estado. Ontem, Siwek se entregou à polícia e confessou ter atropelado o ciclista David Santos Souza, de 21 anos. Ele passou a noite no 2.º DP (Bom Retiro). Como resultado do forte impacto, Souza teve o braço direito arrancado.

AE, Agência Estado

11 de março de 2013 | 13h41

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado no 78º DP (Jardins), o estudante vai responder por tentativa de homicídio, fuga do local do acidente, embriaguez ao volante e manobras arriscadas.

Por volta das 5h30 do domingo, Siwek retornava de uma balada com um amigo quando atropelou Souza. O braço do ciclista foi arrancado e ficou preso no para-brisa do carro. De acordo com o Boletim de Ocorrência, Siwek estava "em alta velocidade e ultrapassava os carros, aparentemente embriagado, quando invadiu a faixa do ciclista". Ao se entregar, Siwek disse à polícia que jogou o braço do ciclista em um córrego na Avenida Ricardo Jafet.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, o advogado de Alex Siwek, Cássio Paoletti, disse que vai pedir á Justiça a liberação de seu cliente. "É uma pessoa que tem ocupação lícita, é estudante, tem residência fixa, não tem nada em seu passado que o desabone, então, ele merece, tem o direito de ver-se processar em liberdade."

A assessoria de imprensa do Hospital das Clínicas, para onde Souza foi levado, informou que o ciclista passou por uma cirurgia para saturar a área em que o braço foi amputado. Seu quadro é estável e ele está consciente, mas não há previsão de alta.

Tudo o que sabemos sobre:
CiclistaatropleamentoAvenida Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.