Motorista que atropelou criança em frente a escola é indiciado

Menino foi prensado contra a parede quando chegava à escola; corpo é velado e será enterrado nesta terça

Daniela do Canto e Ricardo Valota, estadao.com.br

31 de março de 2009 | 07h00

Magno Paulo dos Santos, de 33 anos, motorista do caminhão desgovernado que atropelou nove crianças e uma mulher em frente à Emei Maria Alice Mencarine Foracchi, no Grajaú, zona sul de São Paulo, foi indiciado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). O menino Ricardo Clemente dos Santos, de 6 anos, morreu no acidente. O corpo do menino é velado no Cemitério Municipal Campo Grande, na zona sul de São Paulo.

 

Os pais do menino não haviam chegado ao velório até as 4h30, apenas parentes mais próximos. O enterro está marcado para as 16h30.

 

Durante a madrugada, Magno foi até o 85º Distrito Policial, no Grajaú. Ele se recusou a depor, alegou que só falará em juízo e foi liberado mediante o pagamento de uma fiança de R$ 1.220. Ao deixar a delegacia, Magno não quis dar declarações à imprensa.

O acidente aconteceu na tarde de segunda-feira, no horário da troca de turno do colégio. O caminhão, que levava cerca de 5 toneladas de cestas básicas, estava estacionado em uma ladeira a cerca de 30 metros da escola, quando perdeu o freio e desceu a rua de ré. Segundo o motorista, o veículo estaria calçado e com o freio de mão puxado.

Duas vans que deixavam crianças na escola estavam estacionadas. O caminhão bateu contra uma das peruas, que se chocou com a outra. Ricardo, de 6 anos, que chegava à escola em uma van, foi atingido pelo caminhão e prensado contra a parede. O menino morreu e o seu corpo ficou preso debaixo do para-choque do veículo.

 

A monitora da segunda van atingida, identificada como Maria Helena Dos Santos, de 57 anos, foi levada em estado gravíssimo para o Hospital das Clínicas. Além dela e de Ricardo, outras oito crianças, com idades entre 5 e 6 anos, ficaram feridas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.