Motorista que bateu em trem é denunciado em SP

O motorista Alonso de Carvalho foi denunciado na última segunda-feira, 20, pela Promotoria de Justiça de Americana (SP), por homicídio culposo e lesão corporal culposa pelo acidente ocorrido no dia 8 de setembro deste ano, quando o ônibus que dirigia se chocou contra um trem, em uma passagem de nível. O acidente provocou 10 mortes e ferimentos em vários passageiros.

PEDRO DA ROCHA, Agência Estado

22 de dezembro de 2010 | 14h46

Segundo o promotor Sérgio Claro Buonamici, o motorista foi imprudente na direção do veículo, não respeitando os sinais sonoros e luminosos de aviso da passagem do trem, que foram acionados quando ele se aproximava do cruzamento. Mesmo com as sinalizações ele tentou ultrapassar a via férrea. O ônibus dirigido por Carvalho foi arrastado por cerca de 80 metros até bater em outra locomotiva que estava parada na linha férrea do lado oposto.

A pena para homicídio culposo é de dois a quatro anos de prisão, e para lesão corporal culposa é de seis meses a dois anos de detenção. A pena ainda pode ser aumentada entre um terço e metade pelo fato de ele estar a serviço.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.