Motorista que causou morte em BH se entregou à Justiça

O estudante de administração Gustavo Henrique de Oliveira Bittencourt, de 22 anos, acusado de provocar o acidente de trânsito que matou o empresário Fernando Félix Paganelli, de 48, na madrugada de sexta-feira, se entregou ontem à Justiça, cumprindo mandado de prisão expedido contra ele. Segundo a PM, ele apresentava sinais de embriaguez no momento do acidente. Durante a madrugada de sexta, o Honda conduzido por Bittencourt trafegou por pelo menos um quilômetro pela contramão da avenida Raja Gabáblia e colidiu frontalmente com o veículo Citroën-Xsara dirigido por Fernando Félix Paganelli, de 48 anos. A polícia encontrou uma lata de cerveja dentro do Honda. O empresário, que estava a caminho do trabalho, na Central de Abastecimento (Ceasa), morreu no local.

EDUARDO KATTAH, Agencia Estado

03 de fevereiro de 2008 | 14h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.