Motorista que matou garis em SP pode ser solto hoje

O gerente de banco Fernando Mirabelli, de 32 anos, pode ser solto hoje. Ele detido em flagrante no sábado por homicídio doloso, depois de atropelar três garis e matar dois no acesso à Ponte Ari Torres da Marginal do Pinheiros, na zona sul de São Paulo. Ele estava embriagado e em alta velocidade no momento do acidente.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

25 de outubro de 2011 | 09h23

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), o alvará de soltura foi entregue na noite de ontem no Centro de Detenção Provisória (CDP) do Belém, na zona leste, que está checando informações sobre outros possíveis mandados de prisão em nome do bancário para permitir a liberdade ao motorista. Ontem, Mirabelli também pagou fiança de R$ 50 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.