Motoristas e cobradores encerram greve em Florianópolis

Os motoristas e cobradores de ônibus da Grande Florianópolis, em Santa Catarina, encerraram hoje a greve iniciada na terça-feira, e o sistema de transporte já voltou a funcionar normalmente. Os trabalhadores aceitaram a proposta do governo municipal, que ofereceu reajuste salarial de 7% e aumento no valor do vale-alimentação para R$ 310, retroativo ao mês de maio. Além disso, a estabilidade no emprego será de 120 dias - a contagem começou em maio - e os cobradores vão permanecer com seus empregos, segundo o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo (Sintraturb). Cerca de 200 mil pessoas na Grande Florianópolis ficaram sem o transporte público durante a greve.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

03 Julho 2009 | 10h19

Segundo informações de representantes do Sintraturb, o fim da paralisação foi decidido em assembleia. De acordo com o sindicato, dos seis mil trabalhadores da categoria, cerca de 80% aderiram à greve. A paralisação foi anunciada pela categoria no dia 25. Essa é a quarta paralisação desde o dia 19 de maio, quando o serviço foi interrompido por 33 horas.

Mais conteúdo sobre:
motoristas cobradores greve Florianópolis

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.