Motoristas encontram lentidão em rodovias de SP

Os motoristas que retornavam à capital paulista na manhã desta segunda-feira, após o feriado prolongado de Páscoa, encontravam tráfego complicado em algumas rodovias de São Paulo, principalmente nas que ligam a cidade ao interior do Estado, por volta das 8h30.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agência Estado

09 Abril 2012 | 09h08

No sistema Anhanguera-Bandeirantes, a lentidão estava na chegada à capital. A Rodovia dos Bandeirantes apresentava congestionamento entre os km 20 e 13. Já a Rodovia Anhanguera estava com tráfego lento entre os kms 24 e 22.

Segundo balanço da concessionária Autoban, entre 0h de quinta-feira e 24h de domingo, trafegaram pelo Sistema Anhanguera-Bandeirantes cerca de 651 mil veículos entre chegada e saída da capital. Neste período, foram registrados 88 acidentes, 56 feridos e uma morte.

Nas rodovias Castelo Branco-Raposo Tavares, a situação também estava complicada nesta manhã. No trecho entre Osasco e Barueri, a pista expressa estava congestionada entre os km 18 e 16 e a marginal entre os km 15 e 13. No trecho entre Barueri e Itapevi, entre o km 36 ao 25. Já a Raposo Tavares apresentava lentidão entre os km 21 e 19 e entre o 13 e 10.

Desde a 0h de quinta-feira até as 24h deste sábado, cerca de 370 mil veículos circularam pelos dois sentidos do Sistema Castello-Raposo, segundo a concessionária Viaoeste. Neste período foram registrados 23 acidentes com 17 vítimas leves e quatro graves.

Na Rodovia Presidente Dutra, sentido São Paulo, o motorista enfrentava congestionamento na região de Guarulhos, na pista marginal, entre os km 226 e 228, 230 e 231, e 218 e 225, todos devido ao excesso de veículos.

Havia lentidão na pista sentido São Paulo da Rodovia Régis Bittencourt, do km 271 ao km 269, na região de Taboão da Serra, devido à interferência do tráfego urbano e aos semáforos na chegada da rodovia à Capital. Já a Rodovia Fernão Dias tinha tráfego normal, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

O tráfego estava lento em dois pontos da Rodovia Ayrton Senna, sentido Capital, do km 32 ao 28 (região entre Itaquá e Guarulhos) e, do km 23 ao 11 (região entre Guarulhos e São Paulo), ambos por excesso de veículos. Na Rodovia Hélio Smidt, acesso ao Aeroporto de Guarulhos, havia tráfego lento em direção a capital. No sentido inverso e na rodovia Carvalho Pinto, havia boas condições de tráfego.

Uma colisão entre carro e moto, no km 15 da Rodovia Ayrton Senna, sentido Capital, por volta das 7h15, ocupou duas faixas da esquerda, até as 8h10. O acidente deixou duas vítimas leves, transferidas para o Hospital Geral de Guarulhos. Já às 8h25, no km 24 da rodovia Ayrton Senna, também no sentido capital, uma colisão entre veículo utilitário e uma moto ocupava a faixa da esquerda. Ainda não há informação sobre vítimas.

No sistema Anchieta-Imigrantes, os motoristas que retornam para a capital encontravam tráfego lento na chegada a São Paulo, na região de Planalto, perto do Rodoanel, tanto pela Via Anchieta, quanto pela Imigrantes. O tráfego fluía normalmente nas rodovias do litoral norte, como a Mogi-Bertioga, Rio-Santos e Oswaldo Cruz, segundo o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), sem pontos de lentidão.

São Paulo

O trânsito na capital paulista também estava complicado nesta manhã de segunda-feira. A cidade registrava, às 8h53, 111 quilômetros de ruas e avenidas congestionadas. As marginais do Tietê e do Pinheiros eram as vias com mais trechos de lentidão.

A pista expressa da Marginal Tietê, sentido Lapa, tinha 7 km de trânsito complicado, entre a Rodovia Castelo Branco e Ponte Julio de Mesquita Neto. Na Marginal do Pinheiros, a lentidão de 5,5 km estava na pista expressa sentido Interlagos, entre as Pontes Cidade Universitária e Castelo Branco.

Mais conteúdo sobre:
estradasferiadoSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.