Movimento começa a ficar intenso nas estradas paulistas

Tráfego de veículos ainda não provocava lentidão nas rodovias; Anchieta-Imigrantes tem esquema subida

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

23 Novembro 2008 | 15h28

O movimento começava a ficar intenso nas principais rodovias paulistas na tarde deste domingo, 23, volta do feriado da Consciência Negra. Porém até as 15 horas não havia registros de congestionamentos ou acidentes que atrapalhassem o tráfego, segundo as polícias rodoviárias federal e estadual e as concessionárias que administram as estradas.   Veja também: O trânsito nas rodovias do DER  O trânsito nas rodovias da Dersa  O trânsito na Ayrton Senna, Carvalho Pinto e Dom Pedro I  O trânsito na Tamoios e Raposo Tavares  O trânsito na Anchieta e Imigrantes  O trânsito na Dutra  O trânsito na Anhangüera e Bandeirantes O trânsito na Castelo Branco e Raposo Tavares  No feriado, 1,6 milhão de veículo devem deixar São Paulo    Data lembra a morte de Zumbi dos Palmares    De acordo com a Ecovias, empresa que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, que liga a capital ao litoral sul de São Paulo, na última hora, 6.411 veículos utilizaram as duas rodovias rumo à capital paulista. Cerca de 250 mil veículos deixaram São Paulo rumo às praias no feriado e 190 mil já voltaram, restando cerca de 60 mil carros na Baixada.   A operação subida teve início por volta das 10 horas, com subida por seis pistas da Imigrantes e duas da Anchieta e descida por duas pistas da Anchieta, no esquema 2X8.   Acidente   Um caminhão que transportava leite tombou na altura do quilômetro 191 da Rodovia Presidente Dutra, sentido São Paulo, na região de Santa Isabel, na tarde deste domingo, 23. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o acidente aconteceu por volta das 14h30 e o veículo ocupava uma das pistas da via, provocando cerca de 1,5 quilômetro de lentidão. Ninguém se feriu.

Mais conteúdo sobre:
trânsito estradas rodovias SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.