Movimento é normal nas estradas de São Paulo

A movimentação de veículos na manhã de hoje, véspera de feriado prolongado, ainda era considerada normal às 7h30 nas principais rodovias que ligam a capital paulista ao interior e ao litoral do Estado de São Paulo. As rodovias federais, como Fernão Dias, Régis Bittencourt e Presidente Dutra apresentavam lentidão normal para o horário.Na via Dutra, os pontos de congestionamento estavam no sentido São Paulo, já na chegada, com um quilômetro de morosidade nas duas pistas e na região de Guarulhos, no km 222, com dois quilômetros de trânsito lento.A situação era a mesma nas rodovias estaduais. Os sistemas que ligam São Paulo ao interior também apresentavam tráfego normal para uma quinta-feira. Na Anhangüera-Bandeirantes, a lentidão estava concentrada entre os kms 19 e 13 da Bandeirantes, e nos kms 22 ao 18 e 12 ao 11 da Anhangüera.Na Castelo Branco-Raposo Tavares, os motoristas encontravam excesso de veículos na altura do km 25 e entre os kms 20 e 12, já na chegada à capital paulista. No sentido interior, o trânsito ainda era tranqüilo, sem lentidões.O tempo estava bom nas rodovias que seguem para o litoral, que também não registravam excesso de veículos. O sistema Anchieta-Imigrantes ainda não registrava aumento de veículos.Os motoristas que trafegavam pela cidade de São Paulo nesta manhã não encontravam muitos pontos de congestionamentos. De acordo com medição da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 7h42 eram 65 quilômetros de trânsito parado em toda a cidade, o que representa 8% do total de 820 quilômetros de ruas e avenidas monitoradas pela CET.A Marginal Tietê e a Radial Leste tinham os piores pontos de lentidão. A pista expressa da Marginal somava um pouco mais de seis quilômetros de trânsito parado entre as pontes da Vila Maria e Imigrante Nordestino. Já a Radial concentrava cinco quilômetros de morosidade na pista expressa, indo da rua Wandenkolk até a Pires do Rio.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

11 de outubro de 2007 | 08h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.