Movimentos sociais preparam ato contra violência em AL

Lideranças sindicais, políticas e comunitárias que fazem parte do Movimento Social Contra a Criminalidade em Alagoas (MSCC) preparam um grande ato público para amanhã, no Centro de Maceió. A manifestação é contra a onda de violência e a corrupção no Estado. A concentração está marcada para 13 horas na Praça dos Martírios, em frente à sede do governo do Estado. De lá, os manifestantes saem em passeata em direção ao Tribunal de Justiça de Alagoas e à Assembléia Legislativa do Estado. O MSCC exige ainda a federalização das investigações dos crimes de mando, com conotação política ou prática de grupos de extermínio. Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Federais de Alagoas, Jorge Venerando, que é um dos coordenadores do MSCC, o ato público deve reunir cerca de 10 mil pessoas em passeata pela ruas da cidade. "O povo de Alagoas exige a imediata destituição da atual Mesa Diretora da Assembléia, envolvida no desvio de mais de R$ 200 milhões do legislativo alagoano; o máximo de rigor na apuração dos fatos criminosos e a máxima celeridade na condução dos inquéritos e processos; punição exemplar dos envolvidos em fraudes, com a cassação dos mandatos e direitos políticos dos indiciados", afirmou Venerando.

RICARDO RODRIGUES, Agencia Estado

18 de fevereiro de 2008 | 13h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.