MP desarticula quadrilha que fraudava leilões no RS

Uma força-tarefa do Ministério Público do Rio Grande do Sul, com apoio do Batalhão de Operações Especiais da Brigada Militar, prendeu oito integrantes de uma quadrilha especializada em fraudar leilões municipais nesta segunda-feira.

ELDER OGLIARI, Agência Estado

29 de julho de 2013 | 19h17

A investigação começou no final de 2012 e mostrou que o grupo fazia ajustes para que um de seus integrantes arrematasse máquinas agrícolas, tratores, ônibus e caminhões pelo valor de avaliação, pagando sempre o lance mínimo estipulado pelas prefeituras que estavam se desfazendo dos equipamentos.

Depois da aquisição, eles promoviam novo leilão, informal, entre interessados no bem, e dividiam a diferença entre o valor pago ao município e recebido do novo comprador. A fraude foi aplicada em pelo menos 12 municípios dos três Estados do Sul. Dos mandados de prisão autorizados pela Justiça, seis foram cumpridos em Boa Vista do Buricá, um em Panambi e um em Santa Maria.

Mais conteúdo sobre:
MPE-RSfraude leilões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.