MP-RJ denuncia policiais por tortura

Cinco policiais civis acusados de torturar um funcionário de um ferro-velho dentro do 10ª Departamento de Polícia, no Botafogo, Rio de Janeiro, foram denunciados hoje pelo Ministério Público do Estado(MP-RJ). O órgão pediu também a prisão preventiva dos policiais, que já estão sob custódia.

CAROLINA SPILLARI, Agência Estado

15 de abril de 2011 | 20h43

Os policiais civis Jorge Alessandro Xavier Pereira, Rodrigo Soares de Assis, Thiago Santos Castro Del Rio, Antônio Carlos Nogueira Moraes Cardoso e Marcelo Xavier da Silva usaram de violência e graves ameaças contra a vítima, segundo a denúncia.

A vítima era pressionada para identificar suspeitos de envolvimento com furtos de carros na área de Botafogo. Ela foi tirada do ferro-velho onde trabalhava, em Araruama, e constrangida a assinar depoimento que declarou não ser verdadeiro.

As agressões ocorreram em uma sala e começaram por socos na barriga, tapas no rosto, chutes nas pernas e no rosto. Os policiais chegaram a ferir seu órgão sexual com um alicate, após

o obrigarem a tirar a roupa.

Tudo o que sabemos sobre:
torturaviolênciaRiopolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.