MPE denuncia à Justiça acusados da morte de juíza

O procurador-geral de Justiça do Rio, Claudio Lopes, anunciou hoje que o Ministério Público Estadual (MPE) fluminense denunciou à Justiça os 11 policiais militares presos pela morte da juíza Patrícia Acioli. Pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e formação de bando armado, o MPE pediu ao Judiciário que todos os PMs tenham decretada a prisão preventiva e que sejam transferidos para presídio federal, em Regime Disciplinar Diferenciado (mais duro, no qual o preso fica isolado) o tenente-coronel Cláudio Oliveira e o tenente Daniel Benitez.

CLARISSA THOMÉ, Agência Estado

10 Outubro 2011 | 12h50

Mais conteúdo sobre:
violência Patrícia Acioli prisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.