MPF investiga denúncia de bullying em escola de AL

A assessoria da Procuradoria da República em Alagoas informou hoje que o Ministério Público Federal em Arapiraca requisitou à Polícia Federal a abertura de um inquérito policial para apurar notícias de bullying contra um estudante da Escola Estadual Gentil de Albuquerque Malta, localizada no município alagoano de Mata Grande.

RICARDO RODRIGUES, Agência Estado

15 de abril de 2011 | 16h07

De acordo com o procurador da República Samir Nachef, a informação chegou ao MPF por meio do sistema de denúncias online. No entanto, o caso já havia sido noticiado pela imprensa local, inclusive com a divulgação de um vídeo em que a vítima aparecia sendo espancado e ameaçada por outro colega.

O rapaz espancado foi submetido a uma sessão de nove tapas no rosto. As imagens mostraram ainda que outros alunos zombaram da vítima e mandaram que ele dançasse a música da cantora Lady Gaga, só porque o garoto havia assumido sua condição de homossexual.

"Devido à veiculação das imagens da violência na internet, o Ministério Público Federal é competente para atuar no caso. Por isso, com respaldo fundamento na Constituição Federal e na Convenção Internacional sobre o Direito da Criança, promulgada em 21 de novembro de 1990 (Decreto 99710/90), requisitamos a abertura do inquérito", explicou o procurador da República, que vai aguardar a conclusão do inquérito para tomar as demais providências cabíveis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.