MPF investiga falta de fiscalização na área de Viracopos

O Ministério Público Federal (MPF) em Campinas instaurou inquérito civil público para apurar a omissão na fiscalização de trânsito e comércio ambulante no entorno do Aeroporto Internacional de Viracopos. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) informou ao MPF que órgãos da prefeitura estariam exigindo a realização de convênio e remuneração para que a fiscalização fosse realizada.

MARCELA GONSALVES, Agência Estado

15 Junho 2011 | 16h05

A Infraero recusou-se a realizar qualquer pagamento e, segundo a empresa, a única atuação do órgão municipal responsável pela fiscalização de trânsito atualmente ocorre na área do terminal de passageiros. O procurador da República responsável pelo caso esclareceu que o objetivo do inquérito é apurar as informações e, se for o caso, adotar providências para que o órgão público competente exerça a sua atribuição.

Mais conteúdo sobre:
Viracopos fiscalização MPF Infraero Campinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.