MPL deixa CAB sem se reunir com governador da BA

Os cerca de 100 manifestantes do Movimento Passe Livre (MPL) de Salvador que foram ao Centro Administrativo da Bahia (CAB)tentar entregar a pauta de reivindicações do grupo ao governador Jaques Wagner (PT) deixaram o local, na tarde desta terça-feira sem se encontrar com o gestor.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

23 de julho de 2013 | 15h48

Eles seguem para o centro da cidade, para uma reunião entre lideranças partidárias da Câmara de Vereadores e representantes do movimento, que acampam desde a segunda-feira, 22, no prédio do legislativo de Salvador.

Os manifestantes chegaram ao prédio da Governadoria por volta das 13 horas, depois de promover uma passeata na Avenida Paralela, a mais movimentada da cidade, e de promover ações na frente da Secretaria de Segurança Pública e da Assembleia Legislativa.

O grupo foi recebido, na sede do governo, por uma equipe da Secretaria de Comunicação, que informou que Wagner estava em uma audiência e que havia pedido para que os manifestantes elegessem uma comissão para ir ao gabinete. O grupo, porém, não elegeu os representantes, alegando não haver líderes no movimento, e desistiu do encontro.

Apesar disso, o secretário de Comunicação, Robinson Almeida, garantiu que o governo estará representado na audiência pública com os integrantes do movimento, marcada pelo presidente da Assembleia, Marcelo Nilo (PDT), para o dia 8.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.