MPRJ pede prisão de motorista que abusava de crianças

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) denunciou à Justiça o motorista de transporte escolar Carlos Inácio Coentro Portela por estupro de vulnerável e pediu a decretação da prisão preventiva dele. De acordo com a denúncia, Portela abusou sexualmente de duas crianças de 5 anos no fim do ano passado, em ocasiões distintas, na Ilha do Governador, zona norte do Rio.

THAISE CONSTANCIO, Agência Estado

28 Março 2014 | 11h37

As crianças sofriam os abusos sexuais quando ficavam sozinhas com o acusado no veículo. As crianças passaram a apresentar comportamento anormal, levantando suspeitas, que foram comprovadas em avaliação psicológica.

A denúncia também aponta que o acusado é suspeito de praticar abusos sexuais contra outras crianças, segundo informações da Polícia Civil. Esses casos continuarão a ser investigados pelo MPRJ. Caso seja condenado, Portela poderá cumprir de oito a 15 anos de prisão.

Mais conteúdo sobre:
MPRJabuso sexualmotorista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.