MPT investiga empresa importadora de lixo hospitalar

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Pernambuco abriu inquérito para investigar duas possíveis irregularidades trabalhistas na empresa Na Intimidade, importadora de material hospitalar descartado dos Estados Unidos: trabalho infantil e ausência de uso de Equipamento de Proteção Individual (EPI) pelos funcionários.

ANGELA LACERDA, Agência Estado

18 Outubro 2011 | 21h15

De acordo com a procuradora do Trabalho Ana Carolina Ribemboim, do MPT em Caruaru, no agreste, denúncias começaram a ser feitas em rádios locais dando conta de menores de idade que estariam trabalhando na empresa e que 13 funcionários trabalhavam sem equipamento de proteção. "Os fatos precisam ser apurados", afirmou ela.

Mais conteúdo sobre:
saúde lixo hospitalar investigação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.