MST bloqueia duas estradas no Pará para exigir área do Incra

Cerca de 1.300 sem-terra impediram o tráfego na Belém-Brasília e na rodovia de Eldorado dos Carajás

CARLOS MENDES, Agencia Estado

24 de abril de 2008 | 11h14

Cerca de 1.300 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) bloqueiam desde o início da manhã duas estradas no Pará. Cerca de 300 trabalhadores estão impedindo o tráfego na BR-316, a Belém-Brasília, na altura do município de Santa Maria. A rodovia PA-150, em Eldorado dos Carajás, está bloqueada por mais de mil manifestantes.O protesto é contra a reintegração de posse da fazenda São Marcos, em Parauapebas. Integrantes do MST invadiram a sede da fazenda no dia 17, quando também foi obstruída a Ferrovia Carajás. A Justiça concedeu reintegração de posse e os manifestantes desocuparam a sede, mas permaneceram na terra.Para desbloquear as estradas os manifestantes exigem que o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária encontre uma área para instalá-los. A Polícia Militar está no local. O clima é tenso, pois fazendeiros contrataram seguranças e ameaçam fazer a desocupação da terra à força.

Tudo o que sabemos sobre:
Reforma agráriasem-terra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.