MST invade prefeitura e faz funcionários reféns em SP

Cerca de 50 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) invadiram a prefeitura de Apiaí, no Vale do Alto Ribeira (SP), na manhã de hoje e, como o prefeito não estava no local, eles não permitiram a saída de 30 funcionários de vários departamentos. Pressionados pela Polícia Militar, que ameaçava prender os líderes do movimento, os sem-terra acabaram libertando os funcionários.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

24 de fevereiro de 2011 | 13h27

O MST reivindica melhorias, entre elas uma torre para telefonia celular, no assentamento Professor Luiz David Macedo, instalado no município, em uma área de proteção ambiental. A prefeitura tenta obter na justiça uma liminar para a retirada dos invasores.

Tudo o que sabemos sobre:
MSTprefeiturafuncionáriosrefénsSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.