MST ocupa área de plantio de cana em Americana-SP

Cerca de 150 manifestantes ligados ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam hoje a fazenda Saltinho, no município de Americana, em São Paulo, utilizada pela Usina Ester para o plantio de cana-de-açúcar. Segundo informações da Polícia Militar, a região foi cercada e os acessos estão bloqueados. De acordo com o MST, em 2006, um procurador do Estado da região de Campinas notificou judicialmente a imobiliária Jaguari, que administra a Saltinho, alegando que a área é de propriedade do Estado."Depois disso, o processo foi passado para a Procuradoria Geral do Estado e está parado nessa instância desde então", informou o MST, em nota. Ainda segundo o movimento, a fazenda já foi ocupada duas vezes e, nos pedidos de reintegração de posse, a usina nunca conseguiu comprovar o arrendamento de toda a área, de 8,5 mil hectares.

ANA LUÍSA WESTPHALEN, Agencia Estado

17 de abril de 2008 | 11h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.