MST ocupa prédio do Incra em Porto Alegre

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) invadiu o prédio do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) em Porto Alegre hoje. A ocupação foi mais um ato da série de manifestações que a Via Campesina, que tem o MST como um de seus integrantes, faz desde ontem no Rio Grande do Sul. Outros dois grupos ligados à organização marcharam pelas ruas de Pelotas, na zona sul, e São Luiz Gonzaga, no noroeste do Estado, durante o dia.A nova onda de protestos dos sem-terra e seus apoiadores, como pequenos agricultores, movimentos de desempregados e pastorais sociais da Igreja Católica, contesta a expansão das plantações de eucaliptos para abastecimento da indústria de celulose no Rio Grande do Sul e pede que a terra seja usada para a produção de alimentos. Também reclama do atraso do cronograma de assentamentos do governo federal, que previa entregar lotes a 1,2 famílias e só entregou a 365 neste ano. E quer a desapropriação das fazendas Southall, em São Gabriel, e Coqueiros, em Coqueiros do Sul.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.