MST promove ações em 14 Estados

O Movimento dos Sem-Terra (MST) promoveu, ontem, ações em 9 Estados para lembrar os 12 anos do massacre de Eldorado dos Carajás em 17 de abril de 1996, quando 19 sem-terra foram mortos pela PM do Pará, e pressionar o governo em prol da reforma agrária. Em Pernambuco, Estado campeão de ocupações, houve violência. Segundo o MST, homens armados e encapuzados entraram, na tarde de ontem, em uma área invadida de madrugada, em Lagoa Grande, e agrediram militantes. Além de invasões, houve bloqueios de estradas e acampamentos no Rio, Pará e Brasília.Segundo a coordenação do movimento, houve invasões de áreas rurais em Pernambuco, Alagoas, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Goiás e Ceará. Já haviam sido ocupadas áreas, desde sábado,em Roraima, Bahia, Pará, Paraná, Santa Catarina e São Paulo. Em Brasília, um acampamento com 3 mil pessoas lembra o massacre. As principais reivindicações são o assentamento de 150 mil famílias, investimentos públicos nas áreas já com ocupantes e criação de uma linha especial de crédito para as famílias. O Ministério do Desenvolvimento Agrário não se pronunciou. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

15 de abril de 2008 | 09h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.