Mudança climática: Brasil é premiado por ´pior contribuição´

O Brasil foi ganhador do "Fóssil do Dia" desta sexta-feira, um prêmio jocoso distribuído, pela rede de ONGs ambientalistas Climate Action Network, aos países que apresentaram a "pior contribuição" às negociações para o combate à emissão de gases causadores do efeito estufa, durante a reunião realizada pela ONU em Nairóbi, no Quênia. O prêmio é, como o nome diz, entregue diariamente, e até esta sexta-feira a nação mais "agraciada" era a Austrália - três prêmios em três dias, 7, 8 e 9 de novembro. A reunião prossegue até o próximo dia 18.A justificativa do prêmio afirma que a delegação brasileira evita "qualquer discussão séria sobre como países em desenvolvimento podem contribuir para uma estratégia ampla?.A posição brasileira é não aceitar metas de redução de emissão dos gases do efeito estufa no segundo período previsto pelo Protocolo de Kyoto contra a mudança climática, que começa em 2013.Os países ricos, que já possuem metas e que devem enfrentar restrições ainda maiores no futuro, querem que economias em transição, como o Brasil, a China e a Índia, também passem a respeitar limites para a poluição que produzem.O Brasil arrebatou o primeiro lugar no Fóssil do Dia desta sexta dos concorrentes União Européia, que ficou na segunda posição, e Estados Unidos, em terceiro.Texto ampliado às 19h16

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.