Mudança na tributação de bebidas frias deve elevar preços em 1,3%, diz Receita

A Receita Federal divulgou na terça-feira uma mudança na tabela de tributação sobre bebidas frias - categoria que inclui cervejas, refrigerantes, energéticos, isotônicos e refrescos -, que implicará aumento médio estimado em 1,3 por cento no preço final dos produtos.

Reuters

30 Abril 2014 | 07h14

A medida, que irá vigorar a partir de 1º de junho, busca reestabelecer equilíbrio da relação entre tributos cobrados e preços praticados. A última mudança na tabela havia sido feita em maio de 2012.

Segundo a Receita, o impacto na arrecadação será de 1,5 bilhão de reais entre junho e dezembro deste ano.

(Por Marcela Ayres)

Mais conteúdo sobre:
CONSUMOABEVTRIBUTACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.