Mulher filma queda do marido com parapente em SP

Um servente de pedreiro sofreu um acidente de parapente, a 20 metros de altura, em Franca, no interior paulista. Reginaldo Pereira da Silva, de 28 anos, já tinha realizado três vôos, mas com orientações de amigos. Porém, na quarta-feira decidiu voar sozinho. Sua mulher, Juliana Carlos Costa, de 18 anos, registrou com uma filmadora o acidente e, em seguida, acionou o resgate. Silva está internado na Santa Casa de Franca e talvez amanhã receba alta hospitalar. Ele teve uma fratura na região da coluna, mas que não afetou seus movimentos. Segundo Juliana, Silva viu um colega voando de parapente e decidiu comprar um, mas nunca fez um curso especializado (com prova e aula prática) nem tirou carteira de permissão para voar. "Ele aprendeu por conta própria", disse Juliana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.