Mulher morta em SP era mãe das crianças abandonadas

Um parente identificou o corpo da mulher encontrado em uma estrada rural de Mairinque como sendo da mãe das crianças abandonadas no mesmo local na madrugada desta quinta-feira, 19. A identidade do homem, que estava amarrado com as mãos às costas, não tinha sido confirmada até o final da tarde. A polícia acredita que o autor ou autores do duplo homicídio renderam a família e decidiram poupar as crianças.

SOROCABA, Agência Estado

19 de setembro de 2013 | 18h09

Moradores do bairro Moreiras ouviram o choro das crianças - uma menina de três, outra de apenas um ano - e ainda conseguiram ver um carro que se afastava. A polícia foi avisada e, em buscas na região, encontrou os corpos do casal na mesma estrada, a três quilômetros dali. De acordo com a delegada Simona Scarpa Anzuino, os tiros foram disparados à queima-roupa. As cápsulas encontradas no local são de arma longa de calibre 28.

As irmãs foram deixadas com uma manta para se protegerem da chuva. Como elas não conseguiram relatar o ocorrido, ainda não se sabe se assistiram à execução. Elas contaram apenas que foram deixadas na estrada por um homem.

De acordo com a delegada, é possível que tenha havido uma execução por vingança, mas a hipótese de latrocínio não está descartada, pois o carro da família foi levado pelos criminosos. Os corpos das vítimas foram levados para o Instituto Médico Legal (IML). De acordo com o Conselho Tutelar, as duas meninas estavam bem vestidas e não apresentavam lesões. Elas passaram por exames num pronto-socorro da cidade e foram levadas para um abrigo municipal. A Justiça aguarda que parentes se apresentem para decidir o destino das crianças.

Mais conteúdo sobre:
Casal AssassinadoMairinque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.