Mulheres cientistas são 29%, diz Unesco

Estudo da Unesco mostra que, entre 2002 e 2007, o número de cientistas cresceu 56% nos países em desenvolvimento e 8,6% nos desenvolvidos, mas o número de pesquisadoras é de 29% do total. A média é maior na América Latina, onde 46% dos cientistas são mulheres - na região, cinco países, entre eles o Brasil, alcançaram a paridade de sexos na área. A diferença maior está na Ásia Meridional (que inclui Índia e Paquistão), onde 18% dos cientistas são mulheres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.