Mulheres são baleadas dentro de casa em favela com UPP

Bandidos invadiram residência no Morro do Borel, no Rio, e mataram Aline Ribeiro, de 25 anos; sua mãe e sua irmã ficaram feridas

MARCELO GOMES, Agência Estado

01 de julho de 2013 | 14h57

Três mulheres foram baleadas dentro de casa por dois homens encapuzados que invadiram o imóvel, no Morro do Borel, na Tijuca, zona norte do Rio, na madrugada desta segunda-feira, 1. Ferida na cabeça e no tórax, Aline Lopes Ribeiro, de 25 anos, chegou a ser levada por policiais militares ao Hospital do Andaraí, mas não resistiu. A mãe dela, Rosângela Lopes Ribeiro, e a irmã, Bianca Lopes, também foram atingidas. Elas permanecem internadas no mesmo hospital e o estado das duas é estável.

De acordo com a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), a filha de Aline, uma criança de 2 anos que também estava na residência, escapou ilesa. O local do crime já foi periciado. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil.

O Morro do Borel possui uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) desde junho de 2010. Além do Borel, a UPP atende as favelas Indiana, Morro do Cruz, Bananal, Casa Branca, Chácara do Céu e Catrambi. As comunidades possuem cerca de 13 mil moradores.

Mais conteúdo sobre:
favelaRiomulheres baleadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.