Mulheres só ganharam 44 de 851 prêmios Nobel já concedidos

Três mulheres foram agraciadas neste ano com o prêmio pela luta pelos direitos das mulheres

BBC Brasil, BBC

07 de outubro de 2011 | 08h36

Três mulheres dividiram o Nobel da Paz deste ano por suas lutas pela igualdade de direitos entre os gêneros, mas na história do prêmio, iniciada em 1901, apenas 44 dos 851 agraciados nas seis categorias até hoje são mulheres.

 

Veja também:

Três mulheres dividem o Nobel da Paz de 2011

Johnson Sirleaf, Gbowee, Karman: as vencedoras do Nobel da Paz

tabela HOTSITE: Nobel da Paz 2011

tabela HOTSITE: Prêmio Nobel de Física 2011

tabela HOTSITE: Prêmio Nobel de Química 2011

tabela HOTSITE: Prêmio Nobel de Medicina 2011

tabela HOTSITE: Prêmio Nobel de Literatura 2011

especialESPECIAL: Todos os ganhadores do Nobel da Paz

A física nuclear polonesa Marie Curie, radicada na França, foi a primeira mulher a receber um Nobel, em 1903. Ela foi também a única mulher até hoje a receber um segundo prêmio Nobel - o de Química, em 1911.

Com o Nobel da Paz concedido neste ano conjuntamente à presidente da Libéria, Ellen Johnson Sirleaf, à ativista Leymah Gbowee, também liberiana, e à jornalista e ativista iemenita Tawakkul Karman, a categoria passou a ser a com o maior número de mulheres laureadas - 15.

O Nobel de Literatura é a segunda categoria com o maior número de mulheres premiadas, com 12.

O prêmio de Economia, categoria criada somente em 1968, apenas uma vez foi dado a uma mulher, quando premiou a economista americana Elinor Ostrom, em 2009.

Nas demais categorias, duas mulheres receberam o Nobel de Física, quatro foram premiadas com o Nobel de Química e dez receberam o de Medicina.

Neste ano, das cinco categorias já anunciadas, apenas o Nobel da Paz foi agraciado a mulheres. O prêmio de Economia deverá ser anunciado na segunda-feira. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.