Mumbai fecha escolas por causa de gripe suína

Medidas foram tomadas depois que Índia registrou mais de 100 mil casos da doença.

BBC Brasil, BBC

12 Agosto 2009 | 09h54

As autoridades da cidade de Mumbai, a capital comercial da Índia, anunciaram o fechamento de escolas, faculdades e cinemas em uma tentativa de controlar a gripe suína, que já contaminou mais de 100 mil pessoas no país, segundo o governo.

As escolas e faculdades vão permanecer fechadas por uma semana, disseram as autoridades, e os cinemas ficarão fechados por três dias.

Mumbai fica no Estado de Maharashtra, onde foram registradas 11 das 15 mortes por causa da doença na Índia. Três delas ocorreram na cidade.

Segundo Suresh Wandile, porta-voz do ministro-chefe de Maharashtra, as medidas entram em vigor na quinta-feira.

'Muitas ameaças'

As autoridades de Mumbai decidiram adotar as medidas apesar dos recentes comentários do ministro da Saúde da Índia Ghulam Nabi Azad, que ressaltou que a gripe suína é apenas uma das muitas ameaças à saúde no país.

"Este não é o único vírus que temos no país. Temos muitas outras doenças fatais, muito mais custosas", disse ele na segunda-feira.

A gripe suína (H1N1) surgiu no México, em abril passado, e já se espalhou por pelo menos 168 países.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, até o dia 31 de julho foram registrados 162.380 casos em todo o mundo, e 1.154 mortes.

A maior parte dos casos de gripe suína confirmados na Índia foi registrada entre pacientes que haviam viajado para o exterior.

O exame de passageiros foi introduzido nos 22 principais aeroportos internacionais da Índia.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Mais conteúdo sobre:
gripe suínah1n1índiamumbai

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.