Múmia peruana corre perigo, diz jornal

A "Dama de Gelo" do Peru, múmia congelada de uma menina inca sacrificada para os deuses há 500 anos, pode estar correndo perigo por conta da umidade, diz um importante jornal peruano. A umidade foi detectada dentro do compartimento refrigerado que abriga a múmia, de acordo com o diário El Comercio.O diretor regional do Instituto Nacional de Cultura do Peru, Teodoro Nunez Medina, disse ao jornal que um especialista, cujo nome não foi citado, alertou as autoridades para o risco de deterioração da relíquia. A "Dama de Gelo" - uma jovem morta quando tinha em 12 e 14 anos - foi descoberta em 1995, num túmulo cerimonial perto do topo do Monte Ampato, de 7 km de altitude. A Dama foi a múmia mais bem preservada já encontrada no mundo até 1999, quando três outras múmias congeladas foram descobertas na Argentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.