Museu dedicado ao Titanic se prepara para inauguração em Belfast

Atração turística revive história de famoso navio e traz reconstituição de camarotes e salas

BBC

16 Março 2012 | 08h00

 

BELFAST - A Irlanda do Norte vai inaugurar no dia 31 de março um museu dedicado ao famoso navio Titanic, para marcar o centenário da primeira viagem e subsequente naufrágio do navio.

Os organizadores do museu, sediado em Belfast e que custou o equivalente a R$ 285 milhões, dizem que os visitantes poderão reviver toda a história do Titanic, do seu nascimento à trágica viagem inaugural e à descoberta do que sobrou do navio no fundo do mar.

O Titanic afundou em sua viagem de inauguração, de Southampton, na Grã-Bretanha, para Nova York, nos Estados Unidos, em abril de 1912, provocando a morte de mais de 1,5 mil pessoas. O navio afundou a cerca de 650 quilômetros da costa de Newfoundland, no Canadá, duas horas após se chocar com um iceberg.

A capital da Irlanda do Norte é o local onde o famoso navio foi construído no início do século XX e a nova atração turística fica nas proximidades do estaleiro.

O centro cultural, um prédio de seis andares e arquitetura arrojada inspirada no desenho do navio, levou três anos para ser erguido, o mesmo tempo necessário para a construção do navio. O local, batizado de Titanic Belfast, tem nove galerias que exploram várias histórias ligadas ao Titanic, algumas com mostras interativas. Será a maior exibição ligada ao Titanic no mundo todo.

O prédio também terá exposições temporárias, centros de educação e uma sala de jantar com capacidade para mil lugares, que reproduz a sala do famoso navio. Segundo os responsáveis pelo centro, já foram vendidos quase 80 mil ingressos para visitas ao Titanic Belfast.

 

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.