Na Copa do Mundo não faltará água, diz secretário de SP

O secretário de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo, Edson Giriboni, garantiu nesta quarta-feira, 26, o abastecimento de água na Grande São Paulo durante os meses de junho e julho, período em que a capital paulista deve sediar jogos da Copa do Mundo. "Na Copa temos a garantia de que não faltará água", afirmou durante entrevista coletiva para anúncio da cobrança da água captada na Bacia Hidrográfica do Alto Tietê.

GABRIELA VIEIRA, Agência Estado

26 Março 2014 | 17h01

Giriboni, no entanto, considerou que o cenário futuro é muito preocupante. "Temos cenários que ninguém pode garantir como será nos próximos meses", disse. Mas questionado pelo Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, sobre a possibilidade de um racionamento de água na capital paulista, o secretário garantiu que "o governo (de São Paulo) não trabalha com qualquer hipótese de racionamento".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.