Nã-nã-nã-não!

ONDE

O Estado de S.Paulo

22 de março de 2013 | 02h14

R. Aroaba, 333, V. Leopoldina, 3831-3675.

O leitor Renato gostaria de agradecer ao restaurante Comedoro por se desdobrar para garantir que ele faça refeições balanceadas, mesmo quando decide trocar o bandejão da firma pelo cardápio da São Paulo Restaurant Week (SPRW).

Atraído pelo descritivo do linguini com camarões e frutos do mar e molho de maracujá e pelo cheesecake que tinha visto o garçom entregar na mesa vizinha, Renato foi montando seu pedido a partir das opções do cardápio promocional. Mas o garçom logo avisou que ali, diferentemente de todas as duzentas e tantas casas que participam da SPRW, só era possível pedir em combo. Cheesecake e macarrão? Nã-nã-nã-não! Era orientação da dona, não adiantava insistir. A não ser que... ele quisesse pagar pela sobremesa à parte. O leitor perdeu o apetite e desistiu da promoção. Uma das amigas, não. Quando o cheesecake veio à mesa, surpresa! A fatia dele era o dobro da dela. Reclamaram de novo e ganharam fatias iguais.

A proprietária da casa, que não soube da travessura do garçom, disse ao Divirta-se que a fatia de Renato é que tinha vindo fora do padrão, pois quis fazer um agradinho - afinal, naquele dia, "era a última que ainda tinham na cozinha". Falou ainda que essa história de montar combos era perfeitamente possível pelas regras da SPRW. Perguntamos aos organizadores do evento se podia mesmo e o que ouvimos? Nã-nã-nã-não!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.