Na TV, mãe de Isabella reafirma ciúmes de madrasta

Ela contou que tem recebido muito apoio de pessoas que sequer conhece e que estão dividindo com ela a dor

Paulo R. Zulino, estadao.com.br

14 de maio de 2008 | 11h10

Após conceder entrevista no domingo ao 'Fantástico', da Globo, Ana Carolina Oliveira, mãe da menina Isabella, falou nesta quarta-feira, 14, o programa 'Hoje em Dia', da TV Record. Ana reafirmou que Isabella nunca chegou a lhe contar casos de violência envolvendo ela, o pai Alexandre Nardoni e a madrasta Anna Carolina Jatobá quando ficava com o casal nos fins de semana. Segundo a mãe, houve apenas um episódio por causa de ciúmes de Jatobá, que ela relatou à polícia quando prestou depoimento.   VEJA TAMBÉM Pai de Alexandre diz que mãe mentiu em entrevista Julgamento pode ocorrer em 2009, diz promotor Fotos do apartamento onde ocorreu o crime  Cronologia e perguntas sem resposta do caso  Tudo o que foi publicado sobre o caso Isabella   Ana Carolina revelou que nunca foi casada com Alexandre e que sequer chegou a morar junto com ele. Segundo ela, foram mais de 3 anos de relacionamento. A mãe de Isabella disse que teve a menina com 17 anos, quando estava terminando o colégio. Ana acrescentou que foi ela quem terminou o namoro em razão da confirmação de uma traição por parte de Alexandre. Na época da separação, Isabella tinha 11 meses.Ainda sobre a relação de Isabella com o pai e a madrasta, Ana Carolina falou que tentava trabalhar com ela a melhor forma de aceitar esse tipo de relacionamento, explicando que ela vivia numa casa e o pai dela em outra. A mãe de Isabella repetiu o que afirmou em outras entrevistas que não procede o que disse Anna Jatobá. A madrasta havia declarado que a menina queria morar com ela e o pai, mas Ana Carolina desmentiu essa informação. A mãe de Isabella revelou também que Isabella tinha o sonho de ser professora de inglês, médica e dançarina. "Ela era muito feliz, alegre, costumava desenhar bastante, eu e ela, os irmãos, o relacionamento na escola era muito bom. Numa feira cultural, no colégio dela, quando ela chegou, foi uma festa, todo mundo gritando o nome dela. Era mesmo muito querida".Ana Carolina disse que tem recebido muito apoio de pessoas que sequer conhece e que estão dividindo com ela a dor pela perda da filha. A mãe de Isabella aproveitou a oportunidade para agradecer à população. "Tudo o que recebi e venho recebendo vou guardar. Recebi quadros, uma almofada com montagem de fotos minhas, da Isabella e da minha mãe, ursinhos. Vou levar tudo isso para sempre".

Tudo o que sabemos sobre:
Caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.