Não há dados sobre vítimas em acidente aéreo nos EUA

Ainda não há informações sobre vítimas fatais no acidente com um Boeing 777 da Asiana Airlines neste sábado no aeroporto de San Francisco, na costa oeste dos Estados Unidos. Imagens televisivas mostraram os passageiros evacuando a aeronave incendiada e, logo depois, os destroços espalhados pela pista.

ASSOCIATED PRESS; GABRIELA MELLO, Agência Estado

06 de julho de 2013 | 18h25

O voo chegava de Seul, capital da Coreia do Sul. Ainda não se sabe quantas pessoas estavam a bordo, mas o site da companhia aérea informa que o Boeing 777 tem capacidade para transportar entre 246 e 300 passageiros. O Aeroporto Internacional de San Francisco atualmente está fechado para pousos e decolagens.

Lúcia Guimarães, colunista do jornal O Estado de S.Paulo em Nova York, está acompanhando o acidente e transmitindo informações via Twitter. Segundo ela, um grupo de crianças sul-coreanas estava a bordo da aeronave.

A porta-voz da Administração Federal de Aviação, Laura Brown, informou que ainda não se sabe a sequência dos eventos, mas aparentemente o voo 214 vindo de Seul para San Francisco bateu ao pousar na pista 28 do aeroporto.

A sul-coreana Asiana Airlines tentou expandir a presença nos Estados Unidos ao se juntar ao programa OneWorld, ancorado pela American Airlines e pela British Airways. O Boeing 777, um dos aviões mais populares de longa distância, é frequentemente usado para voos de 12 horas ou mais, de um continente para outro.

O último acidente com vítimas fatais nos Estados Unidos ocorreu em 12 de fevereiro de 2009, quando um voo operador pelo Colgar Air caiu em uma casa perto de Buffalo, em Nova York, matando todas as 49 pessoas a bordo e um homem que estava na residência. ().

Mais conteúdo sobre:
EUAacidenteavião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.